SQ 13, QD 04, CS 57 - Salas 01/02/03 - Centro - Cidade Ocidental - GO  
Medical-Link Template
  • (61) 3625-1896

PERIODONTIA

Periodontia é a especialidade que cuida da saúde da gengiva, periodonto e demais estruturas de suporte dos dentes.

Se for detectada gengivite (inflamação da gengiva) ou outra doença periodontal, há várias opções de tratamento e procedimentos periodontais não-cirúrgicos e cirúrgicos para tratar a infecção, deter a retração gengival e reestruturar os dentes.

O tratamento varia de acordo com a extensão da doença. Nos casos severos, e quando não for possível preservar o dente, o tratamento com implantes é o mais recomendado.

Numa gengiva saúdavel, o sulco gengival (espaço entre  a gengiva e o osso de suporte) varia de 1 a 3 mm de profundidade. À medida que a doença periodontal avança, essa profundidade vai aumentando, ocasionando as chamadas “bolsas periodontais” que podem chegar a ter mais de 7 mm de profundidade.


1 – O que é a gengivite e como é o tratamento?

É o estágio inicial da doença, quando a gengiva começa a sangrar durante à escovação ou uso do fio dental.

É quando o espaço biológico (espaço da gengiva até o osso de suporte) é invadido e a profundidade ultrapassa os 4 mm. Ou seja, o paciente não consegue mais fazer a correta higienização e limpeza da gengiva, já que a escova ou fio dental só limpa até 2 ou 3mm.

O dentista fará uma raspagem ou alisamento radicular (da raiz do dente), abaixo da margem gengival, para remover o biofilme oral e o tártaro (cálculo). O paciente receberá instruções para continuar o tratamento periodontal com uma boa higiene oral caseira e retornos periódicos ao consultório dentário.


2 – O que é a Periodontite?

É quando já ocorre perda óssea. Geralmente o sulco gengival atinge 6 a 7mm de profundidade e ocorre também a retração gengival. A raspagem e o alisamento radicular são as principais alternativas de tratamento e pode ser recomendado a redução das bolsas periodontais através de cirurgia.


3 – Como é feita a manutenção do tratamento periodontal?

Após a conclusão do tratamento periodontal o dentista recomendará um programa de manutenção periódica preventiva para evitar a recorrência da doença. Geralmente, as visitas são à cada 3 meses, e são essenciais para o sucesso do tratamento no longo prazo, uma vez que não há uma “cura absoluta” para a doença e sim um controle da infecção.


4 - Pode ocorrer a perda de dentes devido à progressão da doença periodontal?

Sim. Quando as bolsas periodontais ultrapassam a profundidade de 6 a 7mm os procedimentos regenerativos podem não mais surtir efeito e ser recomendada a extração do elemento dentário.