SQ 13, QD 04, CS 57 - Salas 01/02/03 - Centro - Cidade Ocidental - GO  
Medical-Link Template
  • (61) 3625-1896

CLAREAMENTO DENTAL

Com o passar dos anos, os nossos dentes vão escurecendo e cada vez mais ficamos com aquele sorriso amarelo. Um problema que tem solução.

Com o Clareamento dental o paciente pode perder o sorriso amarelo recuperando a cor natural dos dentes deixando o sorriso mais atraente e bonito.

O clareamento é realizado através do uso de peróxidos de hidrogênio ou carbamida, que penetram e se movem através do esmalte e da dentina devido ao seu baixo peso molecular.

O Clareamento dental  é indicado para pacientes que tenham:

  • Dentes manchados por uso de tetraciclina e seus derivados;
  • Dentes escurecidos pela idade, tempo, corantes;
  • Dentes com calcificação pulpar causada por traumatismo;
  • Dentes acometidos por fluorose e que tenham manchas amarronzadas;
  • Dentes com indicação de faceta.

Qualquer pessoa pode realizar o clareamento dental, desde que os dentes estejam íntegros, sem muitas restaurações recobrindo o dente como um todo.

O que se necessita sempre primeiro é uma avaliação inicial correta para determinar qual o tipo de clareamento dental é mais indicado, como será realizado, e se existe a necessidade de algum tratamento prévio (precaução) para sua realização.

O Clareamento dental está contra-indicado para pacientes:

  • com dentes hipersensíveis ou hipoplasia de esmalte;
  • crianças com menos de 10 anos de idade;
  • alérgicos a algum dos componentes da fórmula do agente clareador;
  • grávidas ou que estejam amamentando;
  • fumantes;
  • incapazes de seguir as instruções corretamente.


Esclarecendo dúvidas frequentes sobre o Clareamento Dental:

1 – Como funciona o clareamento dental?

As moléculas dos géis oxidantes (liberadores de oxigênio) penetram no esmalte e dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, “quebra” as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.


2 – Quais as técnias que podem ser usadas?

Clareamento dental à laser : o clareamento é realizado no consultório. O dentista isola os dentes (com uma pasta fotopolimerizável) para proteger a gengiva, aplica um agente oxidante forte (peróxido de hidrogênio 35%) e potencializa a ação através da luz do laser.
Clareamento dental com moldeira : o dentista faz a moldagem das arcadas dentárias  e confecciona as moldeiras individualizadas para os dentes superiores e inferiores. O paciente recebe as orientações do profissional e recebe um agente oxidante fraco para usar diariamente em casa.

O clareamento  com moldeira clareia da mesma forma que o à laser, porém demora um pouco mais e tem contra-indicações, como nos casos de raízes expostas e  dentes desgastados, impedindo a sequëncia do tratamento de clareamento por esta técnica.


3 – Posso fazer o clareamento dental em casa sem a ajuda de um profissional?

Não se recomenda clarear os dentes sem orientação profissional, pois pode causar desde manchas nos dentes ou sensibilidade, até a necrose pulpar.


4 – O clareamento dental altera as restaurações já existentes?

Não. O paciente talvez tenha que trocar ou retocar as restaurações antigas, uma vez que parecerão mais escuras frente aos dentes clareados.


5 – Quanto tempo dura o resultado do clareamento dental?

De 1 a 3 anos.  A recidiva na cor dos dentes ocorre em  função principalmente dos hábitos alimentares. Pacientes que fazem uso de uma dieta com alimentos muito pigmentados (suco de uva, coca-cola, keitchup, café...) tem uma menor durabilidade do clareamento.